Como saber se preciso fazer a declaração do Imposto de Renda?

Em 2016 é obrigatória a declaração do Imposto de Renda de qualquer brasileiro que em 2015 já morava no país e se encaixe em qualquer um dos tópicos a seguir.

É necessário que haja declaração do Imposto de Renda para quem:

• Recebeu mais de R$28.123,91 de renda tributável no ano (salário, por exemplo);
• Ganhou mais de R$40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano (como indenização trabalhista);
• Ganhou com venda de bens (casa, por exemplo);
• Comprou ou vendeu ações em Bolsas;
• Recebeu mais de R$140.619,55 em atividade rural (agricultura, por exemplo) ou tem prejuízo rural a ser compensado no ano calendário de 2015 ou nos próximos anos;
• Era dono de bens de valores maiores que R$300 mil;
• Vendeu uma casa e comprou outra num prazo de 180 dias, usando isenção de IR no momento da venda;
• Estrangeiro que estava morando ou trabalhando no Brasil em 31 de dezembro de 2015 também precisa declarar.

Completo ou simplificado

O contribuinte pode escolher o modelo completo ou o simplificado para enviar sua declaração. Na opção do simplificado é aplicado o desconto padrão de 20% (independentemente de gastos com saúde e educação, por exemplo). O limite para esse desconto de 20% é de R$16.754,34.

Computador, tablet ou celular

A declaração de impostos pode ser feita pela internet, por meio do programa de declaração ou por tablets e celulares, por meio do aplicativo APP IRPF.
Quem tem Certificado Digital pode fazer o preenchimento online, sem precisar baixar o programa.

Parcelamento dos Impostos

Os que tiverem impostos a pagar, poderão dividir o valor em até oito parcelas, contanto que cada parcela obtenha o valor superior a R$50,00. Se o contribuinte tiver que pagar menos de R$100,00 no total, o pagamento deverá ser feito em uma única parcela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *