Como um líder pode salvar uma equipe de um vexame?

Um bom líder; impacta positivamente não somente na produtividade de sua equipe de trabalho, mas também nos resultados do negócio empreendedor. Assim como um líder que não sabe gerir os integrantes, pode fazer com que o placar fique no 0 a 0.

Uma organização sem funcionários não existe. São os colaboradores que exercem diversos tipos de trabalhos, no intuito de fortalecer uma marca/ empresa.

O rumo que um determinado projeto toma, também tem a ver com a liderança, ou seja:

Um mau líder, sempre achará que tem razão em tudo, nesse sentido, será incapaz de prever quando sua equipe está caminhando para o precipício. Com isso, está sendo descrito aqui, que a maneira de se proceder interfere diretamente nos resultados, sejam eles bons ou ruins.

Se um líder realmente quiser evitar constrangimentos e aborrecimentos com baixa produtividade ou com vexames, é preciso atuar com:

  • Bom posicionamento

Um líder capaz não pode somente achar que está certo o tempo todo. Ele precisa dar espaço para que seus colaboradores também tenham condições de se expressar. De dizerem o que sentem sobre o clima organizacional e sobre o que pensam diante aos trabalhos que rotineiramente são desempenhados.

O bom posicionamento também admite poder se colocar no lugar do outro e entender o que falta ou o que requer para que a equipe de trabalho, atue de forma compensatória e estimulada, pois não há nada pior do que uma equipe desmotivada e sem iniciativa, porque se sentem oprimidos e sem reconhecimento.

  • Comunicação efetiva e eficiente

Para que a equipe não passe por vexames, é preciso que haja esclarecimentos contínuos, seja sobre um novo produto que chegou na empresa, seja sobre a política e regras organizacionais, ou sobre qualquer outro tema que se associe ao desenvolvimento do negócio.

Aquela frase que diz “o conhecimento liberta e traz aprendizado” tem todo o sentido.

  • Estratégias

Quais são as estratégias que se pode usar para que a equipe se torne mais capaz e produtiva?

Essas são informações tão simples, mas que muitas vezes não são levadas em consideração pelos chefes e líderes. Para que os funcionários operem de maneira eficaz é preciso:

  • Realizar plano de benefícios.
  • Desenvolver campanhas de gratificação por resultados.
  • Fazer reuniões semanais ou quinzenais.
  • Aplicar técnicas de brainstorming.
  • Etc.
  • Envolvimento com os colaboradores

Quanto mais envolvimento o líder tiver com seus liderados, melhor será. Isso quer dizer que será necessário que o empreendedor esteja a par não somente sobre o que cada empregado faz, mas também com relação ao progresso, desafios, talentos e dificuldades que cada um tem. Dessa maneira se torna simples poder ajudar no que é preciso e informar como a equipe como um todo, pode ser beneficiada.

  • Compreensão do cenário

É fácil apontar o dedo e encontrar falhas na equipe de trabalho, no entanto, esse não é um modo efetivo de remediar e mudar a situação. O líder, portanto, precisa entender os motivos pelos quais estão fazendo com que a equipe não evolua, não prospere e passe vergonha em diversas situações.

O que falta é o que deve ser perguntado.

  • É conhecimento o que falta?
  • São ferramentas de trabalho?
  • É motivação?
  • São novos desafios?
  • É melhorar a rotatividade e realocar alguns colaboradores para outros setores?

Como se pode ver, não existem grandes mistérios para se posicionar bem no mercado, mas sim ações assertivas que englobam toda a empresa e funcionários!

Muito legal esse assunto né? Então se você gostou dessa matéria, você deve gostar dessa aqui também:

Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *