Crise: Planejamento Tributário pode ser a Solução

“…o planejamento tributário é a atividade que permitirá gerenciar a redução dos impostos, melhorando a saúde financeira do negócio…”

A crise está aí e as empresas estão sentindo a grande influência dela no seu desenvolvimento, transformando a redução de custos na premissa que rege o negócio. Entretanto, é necessário um bom planejamento tributário, que na maioria das vezes, pode ser muito mais eficiente que um corte radical nos gastos. Isso por que existem estudos que afirmam que as empresas no Brasil chegam a pagar até 34% de tributos sobre o seu lucro, mas que esse valor pode acabar sendo bem maior quando consideramos outros encargos como taxas e encargos trabalhistas, entre outros.

Logo, se a intenção de uma empresa é atravessar a crise e sobreviver aos tempos de incerteza o melhor caminho é trabalhar sempre com o planejamento tributário para melhorar o potencial do empreendimento.

Nós da NewAccount nos preocupamos muito com o seu sucesso, por isso, se você quer saber mais sobre planejamento tributário, continue lendo esse artigo que preparamos especialmente para você que quer saber tudo sobre como sobressair em meio a esta crise.

Vamos lá?

Como o planejamento tributário pode ser a solução em tempos de crise?

Planejamento TributárioTodos nós sabemos que a redução de custos é a principal ordem de uma empresa quando entramos em uma crise econômica. As empresas fazem isso para garantir que a entrada financeira seja capaz de suportar a estrutura já estabelecida. Entretanto, mais eficiente que um corte nas despesas, pode ser a realização de um bom planejamento tributário, que ajuda a empresa a administrar melhor os seus tributos, se adaptar à economia atual e melhorar a sua lucratividade.

Em outras palavras, podemos dizer que o planejamento tributário é a atividade que permitirá gerenciar a redução dos impostos, melhorando a saúde financeira do negócio. Isso por que todos sabemos que a média de tributação para o pagamento de impostos no Brasil é algo em torno de 34% (a maior taxa da América Latina) levando muitas empresas, inclusive a atuarem na informalidade ou mesmo à falência devido à alta carga tributária.

Primeiramente então, é fundamental entender quais são os principais regimes de tributação existentes hoje em nosso país, que são três: o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real.

A opção pelo tipo de tributação que será utilizada no ano seguinte deve ser sempre considerada no inicio do ano vigente, pois devem ser avaliados diversos fatores, tais como: a margem de lucro, as despesas (que podem aumentar ou diminuir), volume maior de importação ou exportação de produtos ou insumos, dentre outros fatores relevantes. Esta analise deve ser feita sempre por profissionais contábeis experientes e podem provar que uma troca de regime de tributação em determinado momento pode ser muito vantajosa para a empresa. É parte do planejamento tributário, que deve ser feito com muito critério e de forma antecipada para que a empresa tenha certeza que pode usufruir de cada opção de regime sem chance de erro.

Para fazer o planejamento tributário, falando de uma forma mais simplificada, basta realizar uma análise de um conjunto de ações do empreendimento, bem como situações materiais e atos jurídicos que possam representar uma carga de tributos menor, tendo um melhor resultado econômico.

Obviamente que quando explicamos assim parece tudo muito simples, mas a ajuda de uma Empresa Contábil especializada no assunto é fundamental para que o planejamento tributário seja feito de forma correta e eficiente.

Além disso, alguns cuidados são fundamentais nesse processo para que não haja confusão entre planejamento tributário e sonegação de impostos, pois isso é ilícito e passível de punição e sanções legais.

Então o empresário não pode, por exemplo, esquecer-se de obrigações básicas que configuram qualquer tipo de ato ilícito, como a ideia de encobrir um fato gerador de tributos para que ele não exista.

É importante lembrar também, que o planejamento tributário é uma medida muito mais preventiva do que ativa, pois é realizada antes que o fato gerador do tributo aconteça.

Conclusão

A prevenção e a antecipação, quando o assunto é a saúde financeira do seu negócio, são detalhes extremamente importantes em tempos de crise, pois preparam a empresa para o que está por vir e ajudam na tomada de decisões futuras.

Então, agora que você já entende a importância de fazer o planejamento tributário da sua empresa, venha tomar um café conosco, e conte com a experiência de uma Empresa Contábil que entende muito, quando o assunto é planejamento tributário. Nossa missão é garantir os melhores resultados para o seu empreendimento. Aproveite, esse é o nosso core!

Esclarecedor este post né? Então, compartilhe com seus amigos em suas mídias sociais. Eles vão te agradecer pela preocupação que demonstrou por eles. E não se esqueça, deixe seus comentários e dúvidas abaixo, pois nós da NewAccount amamos interagir com você!

Até a próxima,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *