Lucratividade Empresarial: Você sabe calcular a margem de lucro ideal para sua empresa de pequeno porte?

As pequenas empresas estão sempre procurando maneiras de aumentar suas receitas . Seja aumentando as vendas, eliminando redundâncias ou diminuindo as despesas internas, as organizações estão à procura de uma medida de redução de custos para melhorar o fluxo de caixa e aumentar a lucratividade empresarial .

O que muitas pequenas empresas nunca param para fazer no entanto, é calcular a margem de lucro do negócio , uma figura essencial para qualquer empresário que esteja tentando encontrar maneiras de aumentar a sua lucratividade empresarial. A margem de lucro de uma empresa é a maneira mais fácil e rápida de dizer quão eficientemente uma empresa usa seus recursos e é uma ótima ferramenta para avaliar a lucratividade de uma empresa.

Porém, antes de mais nada, primeiro vamos definir uma coisa:

O que é a margem de lucro de uma empresa?

A margem de lucro de uma empresa é definida como uma relação entre os lucros auferidos e os custos totais durante um período definido (por exemplo, um trimestre, um ano, etc.). Cada indústria por exemplo, em geral tem a sua própria margem de lucro média, devido às diferenças de custos e materiais necessários para os diferentes produtos e serviços.

Existem dois tipos de margem de lucro que são muito úteis para as pequenas empresas:

  • Margem de lucro bruto : A equação da margem de lucro bruto é normalmente usada para determinar a margem de lucro de um produto ou serviço singular, e não de uma organização como um todo.

Para determinar a margem de lucro bruto, uma empresa deve analisar o preço de varejo (venda) de seu produto e subtrair o custo de materiais e mão-de-obra utilizados para produzi-lo. Em seguida, dividir isso pelo preço de varejo(venda).

Por exemplo, se você vende um produto por R$ 25,00 e o mesmo lhe custa R$ 20,00, a margem de lucro bruto é de 20% (R$ 5,00 dividido por R$ 25,00).

  • Margem de Lucro Líquido : Esta é muitas vezes a equação utilizada para determinar a margem de lucro de uma organização inteira. A margem de lucro líquido é calculada tomando as vendas totais da empresa durante um determinado período de tempo, subtraindo as despesas totais e, em seguida, dividindo esse número pela receita total.

Por exemplo, digamos que sua empresa gere R$ 10 milhões em vendas e tem despesas operacionais de R$ 5 milhões. A margem de lucro líquido seria de 50% (R$ 10 milhões – R$ 5 milhões = R$ 5 milhões, R$ 5 milhões divididos por R$ 10 milhões equivale a 50%).

Embora seja muito útil conhecer a margem de lucro bruta da sua empresa, hoje focaremos nossa atenção na margem de lucro líquido e seus benefícios para os negócios.

Quando a margem de lucro líquido é usada?

A margem de lucro líquido é usada por empresas que estão procurando maneiras de aumentar suas receitas, querem avaliar um produto ou serviço ou simplesmente querem fazer um inventário do que elas estão gastando versus o que elas estão faturando.

Por exemplo, uma empresa pode oferecer três tipos diferentes de produtos e descobrir que, embora as vendas globais da empresa estejam estáveis, as vendas de um dos produtos, tiveram um declínio nos últimos meses. Depois de descobrir a margem de lucro líquido para essa linha de produtos específicos, a empresa pode decidir que o melhor a se fazer para o bem geral da empresa é descontinuar a fabricação e a venda de tal produto.

Outro exemplo pode ser uma organização que tem sentido que está em aperto financeiro nos últimos seis meses. Se não houver uma resposta clara sobre o porquê (ou seja, um concorrente entrou no mercado, ou as condições econômicas externas(crise) são ruins), pode ser melhor realizar uma análise de margem de lucro.

Muitas vezes, ao se analisar a margem de lucro líquido descobre uma grande despesa ou grupo de despesas que estão “destruindo” os lucros da empresa. A análise também pode revelar que a demanda do mercado pode suportar um aumento de preços.

E qual é o “truque” para se obter a margem de lucro líquido exata?

O truque é a definição do tempo e do esforço que você levará para reunir e verificar todos os custos que envolvem o negócio. Você precisa ser ágil e tomar esta decisão urgentemente.

Para se ter uma margem de lucro líquido exato, uma empresa deve incluir todos os gastos como parte do total. Isso inclui itens como folha de pagamento, utilitários, estoque, custos administrativos, remessa, etc. Cada item de linha do seu livro-razão que representa o dinheiro que está sendo pago a outra pessoa deve incluir seu item de linha de despesas totais.

Da mesma forma, todas as fontes de receita devem ser recolhidas também. Não se esqueça de fontes de receita não tradicionais, como taxas de transação ou contratos de manutenção. As chances são enormes de que você e sua equipe financeira terão uma imagem muito mais clara de seus fluxos de receita do que você faz hoje com suas despesas, por isso tenha cuidado e evite erros de cálculo ao calcular cada quantidade.

E então, o que fazer de posse desses dados?

Digamos que você reuniu todos os seus custos, verificou triplicadamente cada item de linha, inseriu sua receita total e gerou sua margem de lucro líquido. Aqui estão algumas opções do que fazer com ela:

  • Nada : É bem possível que a sua margem de lucro líquido seja excelente, por isso não há necessidade imediata de ajustar os números para melhorá-la. Parabéns por administrar um negócio eficiente e lucrativo!
  • Explorar a opção de aumentar a oferta de produtos ou a definição de objetivos de vendas mais altos : Se a sua margem de lucro é boa, este pode ser o momento perfeito para explorar as oportunidades de crescimento. Como sua margem de lucro líquido seria afetada se você tentasse aumentar as vendas em 20%? Quanto seus custos aumentariam? Você poderia manter a mesma margem de lucro, ou haveria um declínio?
  • Fale com os seus sócios, investidores e gestores, e tracem um plano : Se a sua margem de lucro líquido deixa algo a desejar, provavelmente é hora de fazer uma mudança. Falar com seus sócios, investidores e gestores e analisar formas de aumentar o lucro e diminuir as despesas . Coisas como a renegociação de contratos, a mudança de horários de produção ou a contratação de novos funcionários têm um efeito enorme sobre suas receitas e despesas. Experimente realizar algumas mudanças ou tomar algumas atitudes diferentes até obter o resultado final desejado.

Em todos os casos, uma boa idéia é vocês analisarem todas as mudanças abrangentes que podem resultar em ajustes de sua margem de lucro líquido. Por exemplo, embora um determinado produto possa não ser tão lucrativo como antes, quais são as implicações para o negócio se vocês “acabarem” com a sua comercialização totalmente? Para se certificar de que você não está “jogando fora o seu bebê, junto com a água do banho”, considere o impacto sobre seus clientes, seus funcionários e marca da sua empresa perante o mercado ao fazer qualquer tipo de mudança.

As margens de lucro líquido também são uma grande referência para realizar uma análise em todos os anos, e rever todos os seus custos ou não. Para muitos empresários com mentalidade financeira, é esta é uma das melhores medidas para se avaliar a rentabilidade de uma empresa, uma vez que leva em consideração as despesas e não apenas as vendas. Pois, é bem possível que uma empresa fature milhões de reais em vendas, mas ainda não seja rentável.

Uma boa margem de lucro líquido é um grande indicador de que sua empresa está indo bem.

Para saber mais sobre os indicadores de sua margem de lucro líquido, ou tirar dúvidas gerais sobre o mundo corporativo, deixe um comentário abaixo ou entre em contato conosco. Amamos interagir com vocês!

Até a próxima!

Texto adaptado: QuickBooks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *