Vamos falar de clima organizacional? O que é, e para o que serve?

A preocupação de muitas empresas atualmente, se dá a um dos fatores mais importantes e decisivos para determinar o sucesso ou não de alguma organização: o Clima Organizacional.

Em uma época cada vez mais digital, rápida, criativa e (também) estressante, e o empreendedor pensa cada vez mais em como melhorar a produtividade e qualidade dos seus funcionários para melhorar os lucros da empresa.

A questão é que, se você empreendedor acha que cuidar do ambiente organizacional do seu negócio não é importante, ao final desta matéria temos certeza que mudará de ideia.

Definição de Clima Organizacional

O termo varia de acordo com psicólogos e administradores, mas existe uma definição que vai clarear seu pensamento como gestor do seu negócio e também de pessoas.

O Clima organizacional leva em consideração os comportamentos, valores, atitudes, comprometimento e satisfação que uma organização transmite primeiramente aos seus funcionários e posteriormente aos seus clientes.

Um ambiente leve muda completamente a atitude de seus colaboradores, vez que aumenta o interesse do funcionário pela sua própria empresa. Com um clima agradável os colaboradores cumprem com mais facilidade as metas, aprendem com mais rapidez, são mais criativos e produzem mais.

Capital intelectual e humano

Existe um fator muito importante que tem que ser considerado: os funcionários não podem ser tratados apenas como números, mas como Capital Humano. Em sua empresa, existe o Capital Financeiro que é o dinheiro que entra (ou o lucro) e existe o capital humano que são os seus funcionários ou a sua equipe.

A questão é que quando o seu Recurso Humano se sente mais valorizado, tende a produzir mais, proporcionando assim, inúmeros benefícios aos negócios..

Você como gestor deve ter reparado que, quando trabalhava para outra organização e não era valorizado se sentia desmotivado para trabalhar em equipe, obedecer aos seus gestores e realizar seu trabalho com uma qualidade maior.

Isso é porque você não se sentia dono do negócio, a ideia que a empresa lhe transmitia era que só precisava que você produzisse e que “fosse financeiramente rentável”, mas não que você receberia algo em troca ou que possuía valor verdadeiro para a instituição.

Clima Organizacional – Para que Serve?

Em sua gestão, leve em consideração que se você não está em um dia feliz ou em paz, você não é produtivo.

A criatividade nada tem a ver com o tempo de produção ou o número de produções, mas com a qualidade com que é feita e para isso é necessário que o seu funcionário trabalhe em equipe, gerando assim melhores resultados.

Para que seu Capital Humano funcione em equipe é necessário que a liderança passe os melhores valores, climas, a união e esforço que uma equipe precisa ter.

A grande descoberta feita há pouco é que se você se sente como dono da empresa, logo quer que ela cresça rapidamente, porque quando ela cresce você cresce junto.

Se a empresa mostra às suas equipes que com produtividade, qualidade, esforço e metas cumpridas, todos ganham juntos, logo, as equipes fazem um esforço muito maior para conseguir que a empresa cresça.

Existem 2 tipos de teorias que são opostas ao clima organizacional, ei-las: Taylorismo, Fordismo e aquela que tem sido a mais adotada hoje, por multiplicar de fato os resultados: o Toyotismo.

Clima Organizacional Taylorismo

Faz com que os funcionários façam tudo ao mesmo tempo. Imagina uma equipe onde todos fazem a mesma coisa? Não dá certo! Isso porque ninguém vai se especializar em nada. Quem faz tudo ao mesmo tempo, não termina nenhuma tarefa com qualidade.

Clima Organizacional Fordismo

Cada um faz uma função, mas tem que fazer o mais rápido possível. Quem não produzir rápido, não serve para a empresa.

Bem, é claro que esse modelo de gestão de produção em massa até conseguiu por um tempo um lugar, mas logo levou o criador à falência, vez que não leva em consideração a qualidade ou criatividade, mas a quantidade.

Clima Organizacional Toyotismo

É a qualificação da mão-de-obra para uma melhor qualidade de produção. Leva em conta a criatividade por mais que seja um pouco mais demorado, pede que os colaboradores trabalhem em equipe para entender os propósitos de cada inovação da empresa. Esse é o considerado o melhor modelo de gestão adotado hoje.

Qual é o seu modelo de gestão e o que achou dessas informações? Deixe sua opinião ou dúvida nos comentários!

Nós podemos ajudar sua empresa, entre em contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *